Ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, renuncia

4 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Buenos Aires, Argentina — O ministro da Economia da República Argentina, Martín Guzmán, apresentou ontem a renúncia de seu cargo pela rede social Twitter.

A demissão ocorreu no contexto de uma crise institucional, resultado de divergências entre o presidente e o vice-presidente sobre políticas econômicas. Guzmán havia solicitado acompanhamento e apoio político para as decisões, mas elas não foram adotadas pela vice-presidente Cristina Kirchner, que tem um confronto aberto com o presidente Alberto Fernández.

Na quinta-feira Guzman se reuniu com Alberto Fernandez explicando a necessidade de apoio político, caso contrário ele iria renunciar, finalmente isso aconteceu no sábado às 17h47 na rede social Twitter.

Fontes