Mianmar: Milhares aderiram ao Twitter depois que golpistas bloqueiam o Facebook

5 de fevereiro de 2021

Aung San Suu Kyi
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Desde que os novos governantes militares de Mianmar impuseram um bloqueio temporário ao Facebook na quinta-feira, milhares no país aderiram ao Twitter, de acordo com downloads de aplicativos.

Muitos estão usando a plataforma e as hashtags pró-democracia para criticar a tomada do poder pelo exército e apelar a protestos pacíficos até que o resultado da eleição de novembro, na qual a Liga Nacional para a Democracia (NLD) de Aung San Suu Kyi obteve uma vitória esmagadora, garantindo 396 dos 476 assentos, o que lhe garantiu mais cinco anos no governo, seja respeitado.

Notícia Relacionada

Fontes