México vive seus melhores níveis de segurança em uma década, afirma a Secretaria da Governação

12 de fevereiro de 2015

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Miguel Ángel Osorio Chong, titular da Secretaría de Gobernación (equivalente ao Ministério do Interior) afirmou esta quinta-feira que o México vive "seus melhores níveis de segurança da última década", graças à colaboração dos governadores do país. Durante a Reunião Regional sobre Segurança da Zona Sudeste, Osorio Chong, destacou que os mandatários estaduais da região têm colaborado com o governo federal, permitindo a diminuição dos índices de insegurança e violência.

Ainda ontem, em Tamaulipas, o secretário de governação reconheceu que não há avanço em quadro de segurança na região norte. Hoje, Osorio Chong afirmou que o governo de Enrique Peña Nieto havia conseguido capturar, em dois anos, 88 dos 122 líderes dos cartéis mais procurados "a nível internacional". No entanto, ele reconheceu que não há necessidade de continuar com o trabalho para melhorar as condições de vida dos mexicanos.

Junto ao combate aos graves crimes, sinalizou que também é prioridade o combate ao crime comum, como roubo de veículos, às casas de quarto e transeuntes. “São igual dos importantes, todos os são, e cada um dos crimes são atendidos pelo governo federal e os estados", indicou. Osorio Chong declarou que é no sudeste, onde se apreciam mais os avanços nas estratégias de segurança e revelou que "segundo as estatísticas, em 2014, se registraram um milhão e 500 mil crimes, número semelhante à de 2007, com a diferença que agora há 20 milhões mais de habitantes".

A estratégia está funcionando, estamos trabalhando [em] coordenação com os governos para enfrentar aqueles [que] procuram prejudicar a tranquilidade dos mexicanos.

Osorio Chong

Fontes