20 de novembro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Diversos líderes mundiais comentaram a eleição do candidato de extrema-direita Javier Milei para presidente da Argentina.

Lula, presidente do Brasil, escreveu: "A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica".

"Esperamos seguir construindo nossa sólida relação bilateral, baseada em nosso compromisso compartilhado com os direitos humanos, os valores democráticos e a transparência", afirmou Jake Sullivan, Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, afirmou no X (anteriormente conhecido como Twitter): "O povo da Argentina falou em eleições livres e democráticas. Agradeço a Alberto Fernández pela excelente cooperação nos últimos anos. Espero continuar esta cooperação em benefício de nossos povos".

Mao Ning, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China declarou: "Pequim deseja trabalhar com a Argentina para prosseguir a amizade entre os dois países e para uma cooperação em que todos ganham". Milei prometeu na campanha encerrar a parceria econômica com a China.

Santiago Peña, presidente do Paraguai: "Saúdo, em nome do povo paraguaio, o povo irmão argentino, por uma jornada eleitoral exemplar. Cumprimento Javier Milei por sua vitória e ofereço a mão cordial e fraterna do Paraguai para fortalecer as relações entre os nossos países".

Laurentino Cortizo, presidente do Panamá: "Cumprimento o povo argentino pela eleição de seu novo presidente, Milei. Desejo-lhes sucesso nesta etapa e confio em que, através da cooperação, seguiremos fortalecendo as relações entre os dois países e trabalharemos juntos por nossos povos".

Luis Lacalle Pou, presidente do Uruguai: "Cumprimento o presidente eleito Javier Milei. Temos muito para trabalhar em conjunto e para melhorar nossas relações bilaterais".

Guillermo Lasso, presidente do Equador: "Os argentinos elegeram Javier Milei como seu novo presidente em um processo democrático. O Governo do Equador cumprimenta o Mandatário eleito e lhe deseja o maior dos sucessos, para que possa resolver os problemas urgentes de seu país e tomar as decisões mais adequadas que melhorem a qualidade de vida dos argentinos".

Gabriel Boric, presidente do Chile: "Cumprimento Javier Milei por sua vitória e Sergio Massa por seu digno reconhecimento da derrota. Desejo o melhor ao povo argentino e saibam que sempre contarão com nosso respeito e apoio. Como Presidente do Chile, vou trabalhar incansavelmente para manter nossas nações irmãs unidas".

Gustavo Petro, presidente da Colômbia: "A extrema direita venceu na Argentina; é a decisão da sua sociedade. (…) As relações da Colômbia e da Argentina, os vínculos entre seus povos serão mantidas com respeito mútuo. Parabenizo Milei".

Fontes editar