Jordânia: Príncipe Hamzah, que tentou dar um golpe de estado, é preso novamente

24 de maio de 2022

Hamzah
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Príncipe Hamzah bin Hussein, um dos irmãos do Rei Abdullah II da Jordânia, e que havia sido preso no ano passado, com diversas outras pessoas, após se descobrir um "esquema" para desestabilizar o país, foi apreendido novamente na semana passada. O anúncio foi feito no portal da Casa Real no dia 19 passado.

"Um decreto real foi emitido, aprovando a recomendação do conselho formado de acordo com a Lei da Família Real, para restringir as comunicações, local de residência e movimento do príncipe Hamzah", diz o primeiro parágrafo do comunicado. O Rei Abdullah pessoalmente se dirigiu a seu povo: "como você sabe, quando os detalhes do caso de sedição foram revelados no ano passado, eu escolhi lidar com meu irmão, o príncipe Hamzah, dentro dos limites de nossa família, na esperança de que ele percebesse o erro de seus caminhos, se arrependesse e se tornasse um membro engajado. da nossa família Hachemita. Mas depois de mais de um ano durante o qual ele esgotou todas as oportunidades para se restabelecer no caminho certo, de acordo com o legado de nossa família, cheguei à decepcionante conclusão de que ele não mudará".

Como aconteceu no ano passado, Hamzah recebeu o apoio da mãe, a Rainha Noor, que no mesmo dia da apreensão escreveu em seu Twitter que a prisão era "bizarra". "Coisas mais estranhas do que a ficção circulam por aí”, opinou ela então. No domingo, 22 de maio, ela voltou à rede social para escreve que era preciso ter calma. Ela também criticou o Conselho e disse que ele estava em desacordo com a Constituição.

Notícias Relacionadas

Fontes