Hungria declara estado de emergência

25 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, declarou estado de emergência devido à invasão na Ucrânia.

O primeiro-ministro Orban fez o anúncio em um vídeo postado em seu Facebook no mesmo dia, enfatizando que “a Hungria não deve intervir nesta guerra e deve proteger a segurança financeira de cada família”.

“Para isso, precisamos de espaço para nos movermos e a capacidade de agir imediatamente”, disse ele.

O primeiro-ministro Orban disse que o estado de emergência entrará em vigor a partir da meia-noite do dia 25, hora local, mas não detalhou o alcance dos poderes de emergência concedidos ao primeiro-ministro.

Ele explicou ainda que detalhes relacionados a essa decisão serão anunciados no dia 25.

A emissora 'CNN' dos EUA disse que esta não é a primeira vez que a Hungria entrou em estado de emergência, e leis relacionadas foram aprovadas durante a disseminação do novo coronavírus em março de 2020, permitindo que o governo governasse apenas emitindo instruções do primeiro-ministro Orban.

Enquanto isso, a Hungria recentemente expressou oposição ao plano da UE de proibir as importações de petróleo russo, afirmando que não apoiará tais medidas.

Fontes