Furacão Ian toca terra em Cuba e ruma para a Flórida; ventos podem alcançar 200km/h

27 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Ian sobre o oeste de Cuba

O furacão Ian tocou terra no oeste de Cuba, em La Coloma, pelas 3 horas da madrugada como um superfuracão de catetoria 3, com rajadas de vento que passaram de 200km/h. Deste ontem o governo cubano acompanhava com atenção o sistema e as forças de emergência trabalharam para levar mais de 50 mil pessoas para abrigos, principalmente na província de Pinar del Río, que acabou sendo a mais atingida. Uma pessoa morreu e 1 milhão de cubanos chegaram a ficar sem luz, reporta a BBC.

O NHC dos Estados Unidos anunciou esta tarde que o sistema continuará sendo um grande furacão ao passar pelo Golfo do México hoje, enquanto se aproxima da Flórida, onde deve tocar solo esta noite ou durante a madrugada. O governo da Flórida emitiu uma Ordem de Evacuação Obrigatória para habitantes de algumas zonas das cidades de Charlotte, Hillsborough, Levy, Lee, Manatee, Pasco, Pinellas e Sarasota. O NHC diz que localidades do centro-oeste do estado podem ter chuvas de até 300mm até amanhã.

O presidente dos EUA, Joe Biden, emitiu uma declaração de emergência para a Flórida, autorizando a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências a coordenar os esforços de socorro a desastres e fornecer mais financiamento federal.

A região centro-oeste da Flórida, onde fica Tampa Bay, não é atingida diretamente por um grande furacão desde 1921.

Além da Flórida, estão sob alerta a Geórgia e a Carolina do Sul.

Nasa cancela lançamento de foguete

A potencial devastação que Ian pode provocar levou até a agência espacial americana NASA a levar o foguete lunar Artemis 1 e a cápsula espacial Orion de sua plataforma de lançamento no Centro Espacial Kennedy - localizado na costa leste da Flórida - de volta ao Edifício de Montagem de Veículos, atrasando ainda mais seu voo-teste.

Notícias Relacionadas

Fontes