Estado Islâmico assume responsabilidade por ataque à embaixada do Paquistão no Afeganistão

5 de dezembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O grupo Estado Islâmico (EI) assumiu a responsabilidade por um ataque à embaixada do Paquistão no Afeganistão na semana passada.

Afirmou o EI ontem (04) por meio de nota divulgada no Telegram por um canal operado por um grupo armado a eles filiado.

O grupo disse que o ataque à embaixada foi realizado por dois homens armados com armas pesadas, visando o embaixador paquistanês e guarda-costas.

Um segurança paquistanês da embaixada foi ferido no ataque do dia 2.

A agência de notícias Reuters informou que as autoridades do Talibã estão investigando o ataque e que a polícia prendeu um suspeito e recuperou duas armas.

Enquanto isso, o Ministério das Relações Exteriores do Paquistão disse em um comunicado após as alegações do EI terem sido divulgadas que estava "apurando os fatos de forma independente e em consulta com as autoridades afegãs".

O Paquistão tem sido constantemente ameaçado pelo terrorismo do Talibã Paquistanês (TTP), um grupo extremista islâmico, e o Estado Islâmico (EI), que têm realizado movimentos separatistas.

Fontes