Pompeo: a morte de 300 russos na Síria serviu de alerta a Moscou - Outras línguas