Argentina, México e Espanha abordam perspectivas econômicas na ONU - Outras línguas