Diferenças entre edições de "NY Times e Wikipedia escondem sequestro de repórter para salvar sua vida"

m
sem resumo de edição
(Criou nova página com '{{data| {{subst:CURRENTDAY}} de {{subst:CURRENTMONTHNAME}} de {{subst:CURRENTYEAR}}}} O jornal {{w|New York Times}} decidiu manter a notícia do sequestro de um de seus ...')
 
m
{{data| 29 de junho de 2009}}
 
O jornal {{w|New York Times}} decidiu manter a notícia do sequestro de um de seus repórtersrepórteres em segredo para aumentar suas chances de escapar com vida.
 
O repórter {{w|David Rhode}} foi capturado por um grupo {{w|Taliban}} no dia 10 de novembro de 2008, juntamente com um jornalista local contratado como tradutor, Tahir Ludin, e com um motorista, Asadullah Mangal. Rhode, apesar de não ser uma celebridade, é um conhecido repórter de investigação e já ganhou um {{w|Pulitzer}}.
Joseph M. Reagle, um professor adjunto de comunicações na {{w|New York University}} que estuda a Wikipedia, disse que não tinha certeza se o fato da Wikipedia esconder as notícias sobre o Rhode iria criar desavenças entre editores antigos, porque no caso de Rhode, a vida dele estava em risco.
 
"A wikipediaWikipedia tem, ao longo do tempo, instituído gradualmente mais controle por causa de alguns incidentes, particularmente envolvendo material potencialmente difamatório, e com isso algumas pessoas proclamaram a morte da Wikipedia. Mas a idéia de uma abertura pura, de uma democracia pura, é muito surreal."
 
{{haveyoursay}}
 
[[Categoria:Ciência e tecnologia]]
[[Categoria:Crime]]
[[Categoria:Internet]]
[[Categoria:Wikipedia]]
[[Categoria:América do Norte]]
[[Categoria:Ásia]]
[[Categoria:Estados Unidos da América]]
[[Categoria:Afeganistão]]
[[Categoria:Talibã]]
 
{{Publicado}}
6 986

edições