Hamilton vence o GP da Alemanha de 2008 da F1 e Nelsinho Piquet chega em segundo: diferenças entre revisões

m
→‎top: corrigindo #opine utilizando AWB
m (→‎top: corrigindo #opine utilizando AWB)
A corrida ganhou em emoção com a entrada do safety car, após acidente com {{W|Timo Glock}}, da {{W|Toyota}}. Com isso, Nelsinho Piquet mudou a sua estratégiae teve a possibilidade de, inclusive, liderar a prova. Hamilton avançou sobre Massa a dez voltas do final e ultrapassou Piquet com igual determinação, dando à Mercedes sua primeira vitória em Hockenheim desde o piloto {{W|Mikka Hakkinen}} em 1998. Com o resultado, Hamilton passou a somar 58 pontos na liderança isolada do Mundial de Pilotos. Massa, com 54 pontos, está em segundo lugar. {{W|Kimi Räikkönen}}, da Ferrari, chegou em sexto lugar e agora está com 51 pontos. {{W|Rubens Barrichello}} da {{W|Honda}} envolveu-se em um acidente com {{W|David Coultard}}, piloto da {{W|Red Bull Racing}}, e acabou abandonando a prova.
 
{{opine}}
<br style="clear:none;">
<center>
<div align="center" class="noprint messagebox boilerplate plainlinks" id="commentrequest" style="background-color:#FFFFFF; border:1px solid #CCCCCC; padding:2px;width:50%; text-size:smallest;" >
Tem uma opinião sobre a notícia? [{{fullurl:Discussão:{{PAGENAME}}|action=edit{{#ifexist: Discussão:{{PAGENAME}}||&preload=Wikinews:Commentary_pages_on_news_events/body%20}}&editintro=Wikinews:Commentary_pages_on_news_events/intro&section=new}} Diga-nos!]
</div></center>
 
== Fontes ==