Juristas angolanos discutem competências dos tribunais Supremo e Constitucional: diferenças entre revisões