Há 10 anos, Banco do Brasil era acusado de fazer propaganda subliminar pelo terceiro mandato de Lula em "decida pelo 3": diferenças entre revisões

sem resumo de edição
[edição verificada][edição verificada]
(Desfez a edição 288965 de Micael D. (Discussão))
Etiqueta: editor de código 2017
Sem resumo de edição
Etiqueta: editor de código 2017
{{Infotabela Brasil}}__NOTOC__
{{Data|8 de agosto de 2017}}
Nesse mês, completa-se os 10 anos da propaganda publicitária do estatal {{p|Banco do Brasil|Banco do Brasil (BB)}} sobre o lema "decida pelo 3 (três)", que no entanto, veiculada em emissoras de rádios, TVs, jornais, revistas e até internet, gerou polêmica ao ser acusada de ser propaganda subliminar a favor do então presidente brasileirodo {{w|Brasil}}, {{p|Luiz Inácio Lula da Silva}}.
 
A campanha foi criada por Saulo Ângelo, Marcos Minini e Renan Molin, com direção de criação de Claudio Freire e Luciano Toaldo. Os filmes são da Margarida, com direção de Christiano Metri. A trilha sonora é da YB.
3 677

edições