Eleições no Brasil, um duelo de titãs: Bolsonaro x Lula

30 de setembro de 2022

Luiz Inácio Lula da Silva (2022)
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O primeiro turno das eleições de 2022 está marcada para 2 de outubro. Onze candidatos disputam as eleições presidenciais no Brasil, mas apenas dois têm chance de chegar ao segundo turno: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual presidente Jair Bolsonaro. Ambos são titãs políticos. Oito em cada 10 brasileiros dizem que vão votar em um deles no domingo, segundo uma pesquisa recente.

O candidato presidencial, Luiz Inácio Lula da Silva, ampliou ligeiramente sua vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro menos de uma semana antes da eleição, mostrou a pesquisa divulgada dia 26 de Setembro. Em uma votação de primeiro turno marcada para 2 de outubro, Lula alcançou 48% de apoio dos eleitores contra 31% de Bolsonaro segundo a mesma pesquisa. Se nenhum candidato alcançar a maioria dos votos, um segundo turno será realizado em 30 de outubro.

A eleição marca um retorno político que parecia impossível para Lula. Há apenas quatro anos, ele foi preso como parte de uma ampla investigação de corrupção que teve como alvo seu Partido dos Trabalhadores. A condenação de Lula por corrupção e lavagem de dinheiro o tirou da corrida eleitoral de 2018 quando as pesquisas o apontaram como o favorito, permitindo que Bolsonaro, então um legislador de extrema-direita, reivindicasse a vitória.

Um ano depois, no entanto, a Suprema Corte anulou as condenações de Lula em meio a acusações de que o juiz e os promotores fraudaram o caso contra ele, permitindo que ele concorresse novamente.

Em junho de 2022, são mais de 156 milhões de eleitores registrados no Brasil, tornando o país a segunda maior democracia das Américas e uma das maiores do mundo.

Fontes