EUA aliviam restrições de remessas e viagens para Cuba

18 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo de Joe Biden anunciou planos para aliviar as severas sanções a Cuba impostas pelo antigo governo de Donald Trump.

O novo plano suspenderá as restrições às remessas de imigrantes cubanos nos Estados Unidos para suas famílias em Cuba.

A nova medida também permitirá que as doações sejam enviadas a não familiares.

O governo anterior de Trump havia limitado as remessas para famílias cubanas a não mais de US$ 1.000 por três meses.

O governo Biden também facilitou as proibições de viagens de americanos a Cuba, permitindo viagens em grupo para fins educacionais. No entanto, a proibição de viagens pessoais será mantida.

Além disso, espera-se que o processo de emissão de vistos para cubanos seja acelerado.

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse que a medida permitirá que os cubanos busquem uma vida livre da opressão do governo.

Enquanto isso, funcionários do governo dos EUA enfatizaram que garantirão que o dinheiro enviado a Cuba não vá para “violadores de direitos humanos”.

Fontes