Cuba: 35 mortos em explosão em hotel em Havana

9 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

As autoridades cubanas informaram na segunda-feira que até agora 35 pessoas morreram após a explosão e o subsequente colapso do Hotel Saratoga na manhã de 6 de maio em Havana.

“Até o momento, foram registradas 35 mortes, uma delas em processo de identificação”, informou o jornal oficial Granma.

Após o evento, 89 pessoas ficaram feridas e ainda há 20 hospitalizadas em centros de saúde da capital cubana.

A explosão destruiu parcialmente o hotel e danificou várias estruturas próximas, incluindo uma escola primária, o histórico Teatro Martí e um templo batista, sede daquela igreja no oeste da ilha.

No sábado, um representante do Grupo de Turismo Gaviota, dono do hotel, disse que 13 de seus funcionários ainda estavam desaparecidos. O governador da capital, Reinaldo García Zapata, indicou que 19 famílias relataram o desaparecimento de entes, incluindo duas famílias que permaneceriam sob os escombros de um prédio vizinho.

Até agora, as autoridades informaram que a causa do acidente foi um vazamento de gás causado por um caminhão-tanque com esse fluido que abastecia o hotel. A sede do Parlamento, localizado nas proximidades, não foi seriamente danificada, além de alguns vidros quebrados na explosão.

Notícias Relacionadas

Fontes