Covid-19: na Espanha, idosos vacinados têm 14 vezes menos chances de serem hospitalizados

21 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Conforme dados do Ministério da Saúde da Espanha, a incidência de covid-19 em pessoas totalmente vacinadas é muito menor do que a observada em pessoas não vacinadas. Assim, entre 11 de outubro e 5 de dezembro de 2021, na faixa etária de 60 a 80 anos, observou-se risco de infecção, internação e óbito até 14 vezes menor do que em pacientes não vacinados e de internação em UTI até 22 vezes menor. Nesse sentido, na faixa de 30 a 59 anos, a incidência total é 2 vezes menor e mais de 7 vezes menor para internação. “A incidência em todas as pessoas vacinadas é consistentemente inferior à metade da observada nas não vacinadas”, disse Carolina Darias, ministra da Saúde.

Ela também falou que “se há algo que nos ficou claro é que as vacinas funcionam” e que a própria evidência científica “nos incita a vacinar, vacinar e vacinar”, reforçando que o país, que nas duas últimas semanas registrou um aumento de 212.23% nos novos casos de covid, em dados do Our World In Data, deve "insistir em medidas não farmacológicas de cultura do cuidado", que incluem manter distância social, evitar aglomerações, higienizar as mãos e usar máscaras, tanto em espaços fechados como em espaços abertos onde a distância não pode ser mantida.

Até o dia 16 passado, segundo o Ministério, mais de 81,6 milhões de doses de vacinas haviam sido administradas, quando o país então alcançava quase 90% da população acima de 12 anos com a imunização completa.

Fontes