18 de novembro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A empresa palestina de telecomunicações Paltel disse que restaurou parcialmente os serviços de telefonia e internet em Gaza depois que remessas de combustível foram entregues à região.

Um primeiro carregamento de cerca de 17 mil litros de combustível passou pela passagem de Rafah vindo do Egito na noite de sexta-feira, disse um oficial da fronteira palestina à Agence-France Press.

A Paltel disse que começou a restaurar sua rede após receber combustível para reiniciar os geradores que alimentam seus equipamentos.

Sob crescente pressão internacional, Israel disse na sexta-feira que permitiria pequenas remessas de combustível para a Faixa de Gaza para fins humanitários, enquanto os comboios de ajuda das Nações Unidas permaneciam suspensos pelo terceiro dia consecutivo.

Um funcionário do Departamento de Estado dos EUA afirmou que Israel concordou em permitir a entrada de 140.000 litros (36.984 galões) de combustível a cada 48 horas para o sul de Gaza através da passagem. No entanto, isso é pouco.

O chefe humanitário da ONU, Martin Griffiths, disse na sexta-feira que são necessários cerca de 200.000 litros (52.834 galões) por dia "para cumprir o mínimo das nossas responsabilidades humanitárias em Gaza - norte e sul".

A falta de combustível paralisou os esforços de ajuda esta semana, causou um apagão nas telecomunicações e paralisou hospitais, instalações de dessalinização de água, esgotos e padarias.

Fontes editar