Chicago: mortos e feridos em parada da Independência dos EUA

4 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Agência VOA

A polícia diz que pelo menos seis pessoas morreram e 24 ficaram feridas num tiroteio num desfile de 4 de julho num subúrbio de Chicago e os agentes estão à procura de um suspeito que provavelmente disparou sobre os participantes de um terraço. O comandante da Polícia de Highland Park, Chris O'Neill, exortou as pessoas a abrigarem-se no local enquanto as autoridades procuravam o suspeito.

A polícia no local do incidente

O porta-voz da Força de Intervenção para a Alta Criminalidade do Condado de Lake County, Christopher Covelli, disse numa conferência de imprensa que o atirador aparentemente abriu fogo sobre os frequentadores do desfile a partir de um terraço na segunda-feira de manhã, utilizando uma espingarda de alta potência que foi recuperada no local. Covelli diz que a polícia acredita que houve apenas um atirador, mas avisa que ele ainda deve ser considerado armado e perigoso.

A polícia não divulgou quaisquer detalhes sobre as vítimas.

O desfile começou por volta das 10 da manhã, mas foi subitamente interrompido cerca de 10 minutos depois de terem sido disparados tiros. Centenas de pessoas - algumas ensanguentadas - fugiram do percurso do desfile, deixando para trás cadeiras, carrinhos de bebê, bicicletas e cobertores. A polícia disse às pessoas: “Dispersem todos, por favor. Não é seguro estar aqui.”

O vídeo gravado por um jornalista do Chicago Sun-Times depois dos tiros disparados mostra uma banda num carro alegórico a continuar a tocar enquanto as pessoas passavam a correr, gritando.

Fontes