Band fecha acordo para transmissão da Fórmula 1 por dois anos

7 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Após transmitir o Mundial de Fórmula 1 ininterruptamente desde 1981, a Rede Globo não será mais a emissora oficial da Fórmula 1 no Brail. A Rede Bandeirantes fechou contrato com o Liberty Media e será a casa da principal categoria do automobilismo nas temporadas de 2021 e 2022.

Trata-se de um retorno da Band às transmissões do Mundial. Em 1980, a emissora paulista foi a primeira a transmitir ao vivo e na íntegra uma temporada completa da Fórmula 1. A partir de 1981, a Globo tornou-se a detentora dos direitos de transmissão da categoria. O último acordo encerrou-se ao final de 2020 e não foi renovado.

A informação foi dada primeiramente pelo jornalista Flávio Ricco nesta sexta-feira (5) e, em seguida, pelo site Máquina do Esporte, assinado pelo jornalista Erich Beting, e confirmada pelo site Grande Prêmio. A Globo informou, via comunicado, que não chegou a um acordo com o Liberty Media e, portanto, não vai mais transmitir a Fórmula 1 após 40 anos.

“A Globo manteve negociações constantes com a FOM/Liberty Media sobre a renovação dos direitos da Fórmula 1, sempre considerando a nova realidade mundial dos direitos esportivos. Infelizmente não houve acordo.
A Globo continuará a fazer a cobertura da categoria em suas plataformas para manter o fã do esporte informado sobre tudo o que acontece no mundo do automobilismo”

Esta foi a segunda desistência da Globo em transmitir a Fórmula 1. A primeira havia sido comunicada oficialmente em agosto e tinha os mesmos motes de agora: as altas cifras cobradas pela FOM/Liberty Media, que chegavam a US$ 22 milhões. Como consequência, iniciou-se uma corrida pelos direitos da categoria. A Disney, que transmite o campeonato na América Latina toda, quis abraçar a causa, porém tinha ciência de que, sozinha, não conseguiria e que o Liberty Media buscava uma emissora em TV aberta. Em meados de dezembro, a Disney comunicou que havia finalizado as negociações por entender que não era financeiramente viável. A emissora que detém os canais ESPN e FOX Sports tentava uma parceria com o SBT.

Com os meses de irresolução, a Globo voltou às negociações em novembro para manter o campeonato em sua programação na temporada 2021 a pedido de Chase Carey, então diretor executivo e presidente da Fórmula 1. Entretanto, a 50 dias do início previsto da temporada no Bahrein, veio a notícia da desistência da emissora.

Para esta nova investida no automobilismo, que reúne também as transmissões da IndyCar Series e da Stock Car Brasil, a Band adicionou aos seus quadros os jornalistas Reginaldo Leme e Mariana Becker, ex-companheiro de transmissão de Galvão Bueno na Globo.

Corrida de F1 em 2018
Logotipo da categoria

Fontes