Ator Elliot Page anuncia que é transgênero

1 de dezembro de 2020

Page em 2010
Elliot Page em 2010
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ator canadense Elliot Page, estrela de filmes como Juno e A Origem, anunciou que é transgênero em um texto publicado em suas redes sociais. Na postagem, Elliot escreveu que é grato e que vai continuar lutando por uma sociedade mais igualitária.

Apesar do momento feliz da manifestação, Elliot também falou sobre seus medos, citou a alta taxa de tentativas de suicídio entre pessoas transgênero. Ele esclareceu ainda que, para mulheres trans, latinas e/ou negras, a violência e hostilidade pode ser muito pior.

O ator, anteriormente conhecido como Ellen Page, anunciou também que passará a assinar como Elliot Page. Atualmente ele protagoniza a série The Umbrella Academy da Netflix interpretando a personagem “Vanya Hargreeves / Número Sete”.

Confira a mensagem do ator na integra

“Olá, amigos, eu gostaria de compartilhar com vocês que eu sou trans, meus pronomes são Ele/Elus e meu nome é Elliot. Eu me sinto muito sortudo por estar escrevendo isso. Por estar aqui. Por ter recebido esse espaço na minha vida.

Eu sinto uma gratidão enorme com as pessoas incríveis que me apoiaram ao longo desta jornada. Eu mal posso começar a expressar o quão incrível é a sensação de finalmente amar quem eu sou o bastante para poder buscar meu eu mais autêntico. Eu fui profundamente inspirado por tantas pessoas na comunidade trans. Obrigado por sua coragem, sua generosidade, e seu trabalho incessante para fazer deste mundo um lugar mais inclusivo e com mais compaixão. Eu vou oferecer qualquer apoio que eu puder e continuarei a lutar por uma sociedade mais amável e igualitária.

Eu também peço por paciência. Minha felicidade é real, mas ela também é frágil. A verdade é que, apesar deste sentimento profundamente feliz que sinto neste momento, reconhecendo os privilégios que tenho, eu também estou com medo. Eu estou com medo das pessoas invasivas, do ódio, das ‘piadas’ e da violência. Para deixar claro, eu não estou tentando apagar esse momento que é tão alegre e digno de uma celebração, mas eu quero mostrar a imagem completa. As estatísticas são impressionantes. A discriminação contra pessoas trans é frequente, cruel e traiçoeira, resultando em consequências terríveis. Apenas em 2020, foram reportadas que pelo menos 40 pessoas transgenero foram assassinadas, a maioria delas eram de mulheres negras e latinas. Para os líderes políticos que lutam para criminalizar os cuidados da saúde de pessoas trans, ou negar nossos direitos de existir, e todos aqueles com uma plataforma imensa que continuam a espalhar hostilidade contra a comunidade trans: Vocês tem sangue em suas mãos. Vocês liberam uma fúria vil e uma raiva humilhante que recai sobre os ombros da comunidade trans, uma comunidade na qual 40% dos adultos já reportaram ter tentado suicídio. Já chega. Você não está sendo ‘cancelado’, você está machucando as pessoas. E eu sou uma dessas pessoas e nós não seremos silenciados com seus ataques.

Eu amo que sou trans. E eu amo que sou Queer. E quanto mais eu me abraço e mais aceito quem eu sou, mais eu sonho, mais meu coração cresce e mais eu prospero. Para todas as pessoas trans que lidam todos os dias com assédio, ódio contra si mesmo, abuso e ameaças de violência: Eu vejo vocês, eu amo vocês e eu vou fazer tudo que eu puder para mudar esse mundo para melhor.

Obrigado por ler isso. Todo o meu amor,

Elliot”

Fontes